Irecê Líder: Se houver segunda onda da Covid-19 tem que prorrogar o Auxílio Emergencial, diz ACM Neto /* CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ /* FIM DA CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ -->
ao vivo

SLIDER

IRECÊ LÍDER AO VIVO

Esconder Vídeo
Abrir Vídeo
Clique aqui para enviar seu recado.
NO AR
PROGRAMAÇÃO LÍDER
LOCUTOR
(x) Fechar
Compartilhe a Líder
Facebook
Whatsapp
Telegram
Participe! Mande seu recado para o nosso Whatsapp!

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Se houver segunda onda da Covid-19 tem que prorrogar o Auxílio Emergencial, diz ACM Neto


 Presidente nacional do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto defendeu na manhã desta terça-feira (01/12) a prorrogação do Auxílio Emergencial caso houver uma segunda onda da Covid-19.O democrata disse que o Governo Federal “não pode deixar a economia parar” e o dinheiro injetado foi “essencial”.Neto pontuou que “há problemas fiscais”, mas “apesar de não ter limite fiscal, não podemos deixar as pessoas morrerem de fome”.

“Não tem jeito, não tem saída, não tem o que pensar. Se tiver segunda onda, vai ter que pagar o benefício”, ratificou o gestor, que ainda lamentou a “falta de coordenação e planejamento” no Ministério da Saúde. A Pasta não estaria atuando em conjunto com governos e prefeitura.

O prefeito da capital baiana, a terceira maior do país, afirmou também que “não dá para a gente viver com negacionismo” e alertou que “será um final de ano de intensa atenção de todas as autoridades”, que não vão poder relaxar um dia sequer.

Fonte Informe Baiano

Mais Notícias