Irecê Líder: Gentio do Ouro: Vereadores adiam votação sobre aumento de salários /* CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ /* FIM DA CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ -->
ao vivo

SLIDER

IRECÊ LÍDER AO VIVO

Esconder Vídeo
Abrir Vídeo
Clique aqui para enviar seu recado.
NO AR
PROGRAMAÇÃO LÍDER
LOCUTOR
(x) Fechar
Compartilhe a Líder
Facebook
Whatsapp
Telegram
Participe! Mande seu recado para o nosso Whatsapp!

domingo, 4 de outubro de 2020

Gentio do Ouro: Vereadores adiam votação sobre aumento de salários





Um pedido de vista feito pelos parlamentares adiou a votação, que agora deve ficar para a próxima quinta-feira (08/10).

Os vereadores de Gentio do Ouro adiaram a votação do projeto que prevê o aumento nos subsídios mensais do prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários. A medida vem causando polêmica, já que o projeto é bastante impopular e poderá ser uma pá de cal nos planos da reeleição de muitos vereadores, já que a imensa maioria deles tentam permanecer no legislativo.

A proposta para votação do projeto de Lei nº 009/2020 era para entrar em pauta na sessão desta quinta-feira (01). Entretanto, como já adiantando pelo presidente da Casa, Leonardo Gomes da Silva (PDT), era de que o projeto não seria mais colocado em plenário para votação.

Ainda assim, a possibilidade dos aumentos salariais levaram algumas pessoas até a Câmara para acompanhar de perto todos os desdobramentos. Porém, um pedido de vista feito pelos parlamentares adiou a votação, que agora deve ficar para a próxima quinta-feira (08/10).

Consultamos alguns vereadores, segundo eles, a expectativa é para que seja mantido os valores atuais do salário do prefeito (R$ 12.000,00), vice-prefeito (R$ 6.000,00), vereadores (R$ 6.000,00) e dos secretários (R$ 2.600,00), sem aumento ou redução.

Constitucionalmente, no último ano de mandato, as câmaras municipais devem definir as remunerações dos agentes políticos. No entanto, a justificativa e a necessidade para a realização dos aumentos tem sido alvo de duras críticas, principalmente pelo atual contexto de dificuldades econômicas e sanitárias causadas pelo novo coronavírus, onde autoridades de todo o país buscam alternativas para salvar vidas e manter as contas em dia, já que a recessão econômica é uma preocupação nos próximos meses devido à queda eminente na arrecadação.



Fonte: Meio minuto

Mais Notícias