Irecê Líder: Irecê é destaque negativo na mídia baiana /* CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ /* FIM DA CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ -->
ao vivo

SLIDER

IRECÊ LÍDER AO VIVO

Esconder Vídeo
Abrir Vídeo
Clique aqui para enviar seu recado.
NO AR
PROGRAMAÇÃO LÍDER
LOCUTOR
(x) Fechar
Compartilhe a Líder
Facebook
Whatsapp
Telegram
Participe! Mande seu recado para o nosso Whatsapp!

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Irecê é destaque negativo na mídia baiana


Matéria da Record TV Itapoan mostra que aterro sanitário foi transformado em lixão controlado por urubus; mais de R$ 20 milhões já foram gastos!

Para tristeza e vergonha dos mais de 70 mil habitantes de Irecê, a cidade foi DESTAQUE NEGATIVO na programação da Record TV Itapoan. No início desta semana, a equipe de Jornalismo esteve no município para apurar denúncias de vereadores que apontam irregularidades no funcionamento do aterro sanitário da cidade. Além de proibir o acesso dos representantes do Legislativo ao local, a Prefeitura Municipal de Irecê descumpre regras básicas de coleta seletiva, pesagem e descarte de resíduos. “Ele só tem aterro no nome, nunca deixou de ser lixão”, desabafa Consuelo Dourado, integrante do Conselho Municipal de Meio Ambiente.

Durante a reportagem, a equipe de TV flagrou caminhão compactador que atende a cidade de Irecê despejando lixo sem nenhum critério, totalmente em desacordo com o que preconiza a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a Secretaria do Meio Ambiente do Estado e o Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Apesar da precariedade das instalações e dos riscos à saúde pública, segundo a Record Bahia, em três anos mais de R$ 20 milhões foram gastos no aterro. A equipe de Jornalismo esteve na sede da Prefeitura, mas ninguém se prestou a falar sobre o assunto. Enquanto isso, os urubus reinam de forma absoluta no lixão. CONFIRA:


Fonte: Sertão Baiano

Mais Notícias