Irecê Líder: Ipupiara, no território de Irecê, aparece no Fantástico como cidade sem a Covid-19 /* CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ /* FIM DA CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ -->
ao vivo

SLIDER

IRECÊ LÍDER AO VIVO

Esconder Vídeo
Abrir Vídeo
Clique aqui para enviar seu recado.
NO AR
PROGRAMAÇÃO LÍDER
LOCUTOR
(x) Fechar
Compartilhe a Líder
Facebook
Whatsapp
Telegram
Participe! Mande seu recado para o nosso Whatsapp!

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Ipupiara, no território de Irecê, aparece no Fantástico como cidade sem a Covid-19







Região de Irecê passa por um momento de declínio de registro de casos positivos, mas ainda é cedo para comemorar, segundo Tássio Cunha e Clarissa Bastos

Na semana em que o Brasil chegou a 100 mil mortos, um levantamento do Fantástico com dados do Ministério da Saúde revela quais são as cidades brasileiras ainda livres da Covid-19. Em cinco meses, o novo coronavírus dominou o território nacional, começando pelos grandes centros urbanos e se expandindo rapidamente para os municípios mais distantes das metrópoles.

O programa das noites dominicais, reportou algumas cidades, apresentando as iniciativas das gestões municipais, que, de certa forma, são favorecidas pelo baixo índice demográfico e acessos de fácil controle de movimentação de pessoas estranhas ás comunidades, ou mesmo, da rotina dos seus moradores e familiares visitantes.

Mais próximo de Irecê, estão três da Chapada Diamanitna: Ipupiara, Brotas de Macaúbas e Novo Horizonte e mais ao Sudoeste do Estado, Canápolis. Estas, as quatro cidades baianas que ainda não tiveram registros da Covid-19.

Nesta mesma semana em que foi feito o levantamento para a reportagem, a região de Irecê recebe a notícia de que teve um declínio na média de casos dia, no período da última semana de julho e a primeira de agosto, conforme estudos desenvolvidos pelo Dr. Tássio Cunha e a bióloga professora Clarissa Bastos.

De acordo com os estudiosos, que vem fazendo gestão semanal dos casos, a partir dos dados oficiais anunciados pelos municípios do Território de Irecê, a distribuição dos casos diários e a média móvel (por 7 dias) da COVID-19 na Região de Irecê – BA, apresenta um alto dinamismo neste território com momentos rarefeitos, de leve e forte inclinação, estabilidade e declínio. “Esta variação indica o efeito de tomadas de posições políticas e incertezas no que equivale a circulação do novo coronavírus (Sars CoV – 2)”, diz Dr. Tássio.

De acordo com os seus registros, o intervalo entre final de março e início de maio representou a chegada do novo coronavírus na Região de Irecê, porém em um momento de alto isolamento social e campanhas educativas para pessoas que chegavam de viagem trazendo consigo o risco de infecção.

O mês de maio expressou o começo da circulação do vírus emergida a partir de transmissões importadas. De modo brando, mas, marcada pelo início dos afrouxamentos dos decretos municipais e a certeza da deficitária ajuda do governo federal em relação ao perfil dos comércios e trabalhadores da região. Os finais dos meses de maio e junho apresentaram uma estabilidade, contudo, com um frágil rastreamento dos casos, iniciado entre o final do mês de junho e meados de julho, período que apresentou uma maior inclinação na soma dos registros, que perdurou até o final de julho, onde ocorreu um forte declive.

“Infelizmente ainda é cedo para comemorar o declínio na média de casos na Região de Irecê, principalmente quando é sabido da forte diminuição do rastreamento dos casos via testes rápidos, do crescimento exponencial no número de óbitos, do aumento da circulação da população que em maioria tem que sair para “ganhar o pão”, do afrouxamento dos decretos municipais em um momento de incertezas frente ao cenário exposto, da não realização do lockdown na região – sugerida pelo governador e negada pela maioria dos prefeitos (que muitas vezes possuem ações desconexas entre si) e a posição contraditória da união frente aos efeitos da pandemia”, alerta a Clarissa Bastos.

Veja abaixo, a relação das cidades brasileiras, sem Covid-19, até domingo, dia 9 de agosto.

Veja a lista abaixo (dados atualizados em 09/08/2020):

BAHIA
Brotas de Macaúbas
Canápolis
Ipupiara
Novo Horizonte

GOIÁS
Água Limpa
Aporé
Lagoa Santa
Nova Roma
Novo Planalto
São Domingos
São Miguel do Passa Quatro
Sítio d’Abadia

MINAS GERAIS
Alagoa
Antônio Prado de Minas
Aracitaba
Araponga
Berizal
Botumirim
Camacho
Canaã
Cantagalo
Casa Grande
Cedro do Abaeté
Consolação
Coronel Murta
Dom Viçoso
Dores do Turvo
Fama
Franciscópolis
Gonçalves
Grupiara
Ibertioga
Leme do Prado
Liberdade
Miravânia
Oliveira Fortes
Patis
Pedras de Maria da Cruz
Pedro Teixeira

Da redação, com informações do site Cultura & Realidade

Mais Notícias