Irecê Líder: BN/ Séculus: Pesquisa mostra vantagem de Nilvinha sobre Afonso Mendonça em Ibititá /* CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ /* FIM DA CONFIGURAÇÃO CORPO DE POSTAGENS */ -->
ao vivo

SLIDER

IRECÊ LÍDER AO VIVO

Esconder Vídeo
Abrir Vídeo
Clique aqui para enviar seu recado.
NO AR
PROGRAMAÇÃO LÍDER
LOCUTOR
(x) Fechar
Compartilhe a Líder
Facebook
Whatsapp
Telegram
Participe! Mande seu recado para o nosso Whatsapp!

domingo, 2 de agosto de 2020

BN/ Séculus: Pesquisa mostra vantagem de Nilvinha sobre Afonso Mendonça em Ibititá



Levantamento de intenções de voto na cidade de Ibititá, feito pelo Bahia Notícias e da Séculus Análise e Pesquisa, mostra vantagem de Nilvinha sobre Afonso Mendonça. Ela sai a frente tanto no cenário estimulado, quanto no espontâneo para a gestão municipal.

Quando os pesquisadores não apresentam opções de voto, a maior parte dos eleitores cita Nilvinha como nome para a prefeitura da cidade, e ela aparece a frente com 41,50%. Afonso a segue e alcança os 31,98%. O atual prefeito Cafú pontua 6,07% e Mateus 0,20%. Não soube responder 15,18% dos entrevistados, Não escolheria nenhum 3,44% e não opinou 1,63%.

Os dados mostram que na modalidade estimulada a vantagem de Nilvinha cresce e ela alcança 50,20% da preferência do eleitorado de Ibititá. Afonso é o segundo colocado com 36,03%. Não souberam responder 6,48%, não escolheriam nenhum 3,24% e não opinou 4,05%.

Os eleitores de Ibititá também apontaram em quem não votariam para prefeito de jeito nenhum. Nesse cenário Afonso Mendonça é quem mais pontua. Ele alcançou o índice de 43,93% e Nilvinha somou 29,35%. Não souberam 15,18% dos eleitores, não opinaram 7,69% e não escolheriam nenhum 3,85%.

AVALIAÇÃO DA GESTÃO
Os pesquisadores questionaram os eleitores de Ibititá sobre como avaliam a gestão do prefeito Cafú Barreto. A maior parte, 27,53%, classifica a administração como regular.

Os que apontam como "boa" são 24,90% e "ótima" 21,66%.

Entre os que consideram a gestão de Cafú "ruim" o índice é de 12,75% e "péssima" 8,91%. Não opinaram 4,25%.

A condução da prefeitura de Ibititá da crise do novo coronavírus também foi tema de pergunta aos eleitores. A maioria, 77,53% diz aprovar, enquanto 18,62% desaprova. Não opinaram 3,85%.

O levantamento do Bahia Notícias com a Séculus Análise e Pesquisa fez 752 entrevistas entre os dias 23 e 24 de julho de 2020. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Os dados referentes à pesquisa eleitoral das Eleições Municipais 2020 foram encaminhados à Justiça Eleitoral e protocolizados sob o nº BA-07007/2020.




Mais Notícias